2 de abril de 2010

Planejamento e Cronograma da 1ª Unidade de Ensino

Recapitulando, já que faz um século que eu não posto sobre a M. para vocês...

Como eu já devo ter mencionado, M. está no 3º ano do Ensino Médio e vai prestar vestibular no fim do ano. Seu objetivo principal, conforme conversamos, é a Fundação João Pinheiro, e o """Plano B""" é Direito na UFMG.

Coloco """Plano B""" assim, cheio de aspas, porque apesar de eu ter entendido perfeitamente o que ela quis dizer com isso pode ser que vocês, querid@s leitor@s, nos entendam mal à primeira vista. Nas palavras da própria M., passar em Direito na UFMG é uma grande honra e motivo de orgulho, mas as oportunidades que ela terá no futuro se conseguir passar na FJP são, para ela (e na minha opinião também) muito mais vantajosas. Além disso (aqui eu vou "dedurar" uma pontinha de "vaidade", digamos, da parte dela, que eu compreendo totalmente e imagino que muit@s de vocês também entenderão), passar na UFMG, mesmo que não seja pra estudar lá, ia ser muito bacana. E, por fim, na pior das hipóteses (toc toc toc, bate na madeira), devemos reconhecer que o vestibular da FJP é realmente bastante difícil e não seria sábio, mesmo eu tendo plena confiança na capacidade dela de passar, apostar todas as fichas nele. Ou seja, se, por acaso (bate na madeira de novo), ela não passar na FJP, ela não terá que se contentar com a Estácio ou qualquer faculdade "de esquina" (sim, eu sou elitista e quero o melhor pra ela como na época eu quis pra mim).

***
Sendo assim, eu listei o conteúdo programático dos dois vestibulares com base nos editais do ano passado (já que os deste ano ainda não saíram e provavelmente não haverá muita diferença entre um ano e outro) e o dividi em três grandes unidades de ensino, de acordo com aqueles marcos já consagrados para os períodos históricos:
  1. História Moderna + Brasil Colônia;
  2. "Longo século XIX" + Período Joanino/Brasil Império;
  3. "Breve século XX" + Brasil República.
Essa divisão, na verdade, é mais pra me orientar e evitar que eu deixe alguma coisa pra trás ;o). A listagem ficou assim:

História no Vestibular 2011 – Conteúdo Programático

UFMG


Fundação João Pinheiro
Conteúdos iguais para a 1ª e a 2ª etapas, a diferença está no nível de profundidade cobrado em cada uma**.

Conteúdos diferentes para a 1ª e a 2ª etapas. Os conteúdos da 2ª etapa estão marcados em amarelo.
I. Formação do Mundo Moderno
A crise do feudalismo.
Humanismo e Renascimento.
Reformas e conflitos religiosos.
O imaginário europeu às vésperas das viagens transoceânicas.
Os povos indígenas nas Américas.
As grandes navegações e uma nova dimensão do mundo.
Novo Mundo: conquistas e conflitos.
O Antigo Regime.
Os processos de colonização das Américas.
Revolução Científica.
Economia e trabalho nas Américas.
Sociedade e cultura nas Américas.

I. Constituição do Mundo Moderno
Crise do feudalismo e gênese do Estado Moderno.
O imaginário europeu às vésperas da expansão marítima quatrocentista.
Os povos indígenas nas Américas.
Os processos de colonização nas Américas.
Renascimento.
Reforma Protestante e Reforma Católica.
A Revolução Científica.
II. A emergência da ordem liberal
Revolução Inglesa.
Iluminismo.
Revolução Francesa.
Revolução Industrial.
Mundos do trabalho: transformações e conflitos.
Liberalismo.
Revoltas e rebeliões nas Américas.
Independências nas Américas.
Contra-Revolução e Restauração.
Ciência, técnica e tecnologia.

III. Consolidação e expansão do capitalismo
Consolidação da ordem institucional burguesa.
As jornadas de 1830 e 1848.
O processo de consolidação dos Estados e as sociedades nas Américas.
Utopia e revolução: anarquismo, socialismo e marxismo.
Conflitos e consolidação do Império brasileiro.
Contestação social: trabalhadores e sindicatos.
Ciência e tecnologia.
Crise da ordem imperial brasileira: abolicionismo e republicanismo.
Nacionalismo, imperialismo e colonialismo.
Fim de século: inquietações religiosas, filosóficas e estéticas.

II. A era das revoluções
Iluminismo.
A economia política e seus fundamentos.
A consolidação da ordem liberal:
A Revolução Gloriosa.
A Revolução Francesa.
A Independência dos Estados Unidos da América.
O processo de emancipação política latinoamericana.
A ordem imperial brasileira.
IV. O mundo entre dois conflitos
Primeira Guerra Mundial.
A expansão econômica dos EUA e o surgimento de uma nova potência.
O processo revolucionário na Rússia e a formação da URSS.
Repúblicas oligárquicas no Brasil e na América Hispânica.
Fascismo, nazismo e novos movimentos de direita.
A crise de 1929 e suas repercussões.
A crise da década de 1920 e o movimento de 1930 no Brasil.
Emergência de movimentos populares e nacionalistas na América Latina.
A polarização ideológica e o Estado Novo no Brasil.
Segunda Guerra Mundial.

V. A emergência de uma ordem bipolar
Guerra Fria.
Estado de Bem-Estar Social.
Os conflitos no Oriente Médio.
Crise da ditadura varguista e redemocratização no Brasil.
Descolonização.
Expansão do modelo soviético.
Nacionalismo e desenvolvimentismo na América Latina.
Novos padrões de comportamento e sociabilidade.
Cultura e sociedade na América Latina.
Revoluções, ditaduras e redemocratização na América Latina.

VI. Uma Nova Ordem Mundial
Neoliberalismo.
Globalização e regionalização.
Nacionalismos e fundamentalismos.
Revolução científico-tecnológica e reordenamento do mundo do trabalho.
Crise do mundo comunista e fim da Guerra Fria.
Transformações e conflitos contemporâneos.
III. Crítica e crise das liberal-democracias
A formulação das ideias socialistas.
A crise do capitalismo liberal:
A Revolução Russa.
A Crise de 1929.
O nazifascismo.
As guerras mundiais.
Do Império à fundação da República no Brasil.
A década de 20 no Brasil: política e sociedade.
Crise da década de 20 e a Revolução de 1930.
Implicações político-sociais da Revolução de 1930: a legislação sindical e trabalhista.
Os desdobramentos da Revolução de 1930: o início do processo de modernização econômica e a implantação do Estado Novo.
A política econômica do Estado Novo.

IV. O mundo pós-1945
Hegemonia norteamericana e constituição de uma nova ordem internacional.
Descolonização e neoimperialismo.
Internacionalização das economias latinoamericanas.
A Guerra Fria.
Brasil: o período populista (1946/1964).

V. O Brasil contemporâneo
Caracterização do regime autoritário brasileiro.
As reformas partidárias, administrativas, econômicas e financeiras do período 1964/1967.
O "Milagre Brasileiro": fundamentos e implicações.
O processo de abertura e a redemocratização (de Geisel a Collor).

VI. Dilemas do mundo contemporâneo
Rumos da política e da economia na América Latina.
Desagregação e perspectivas da ordem político-social no Leste Europeu.
Nacionalismos, fundamentalismos e tensões no mundo contemporâneo.
A crise da socialdemocracia e as propostas neoliberais.
A Terceira Revolução Industrial e o reordenamento do mundo do trabalho.
Problemas na ordem democrática no Brasil atual.
Direitos Humanos: conforme Lei Estadual n. 13.660, de 14 de julho de 2000.

Referência: http://www.eg.fjp.mg.gov.br/ | http://www.ufmg.br/copeve/
***
Fazendo as continhas no calendário, ficamos com 33 dias de aula com 4 a 6h/a cada e direito a recesso no mês de julho. Dividi 8 dias de aula pra cada unidade de ensino, deixando a última aula como reserva (afinal, um Cronograma inflexível está condenado a dar errado, não é mesmo?), mais 4 dias de revisão para a 1ª etapa e 4 de revisão para a 2ª. Confesso que não me baseei no calendário exato de provas das duas instituições (mesmo porque o da FJP não saiu ainda), simplesmente reservei os meses de novembro e dezembro (4 dias de aula cada) . Caso o cronograma aperte, podemos eventualmente adicionar um dia de aula na semana e/ou suprimir/reduzir o recesso de julho e/ou ter aula nos feriados.

Segue a forma como dividi os temas da 1ª unidade de ensino. Cada linha se refere a um bloco com 2 h/a, e as linhas em cinza são horários vagos, que podem cobrir eventuais atrasos ou servir para tirar dúvidas. Todas as críticas/sugestões serão extremamente bem-vindas ;o).

Cronograma - Abril e Maio/2010

1
Crise do Feudalismo
Formação dos Estados Nacionais | O Antigo Regime/Absolutismo monárquico
As guerras do período moderno
2
Renascimento
As grandes navegações | Expansão Portuguesa na África e na Ásia
Descobrimentos/Conquista e conflitos | Mercantilismo
3
"O Brasil antes dos brasileiros"/Povos pré-colombianos
Reforma/Contra-Reforma/Conflitos religiosos
O Diabo e a Terra de Santa Cruz : O imaginário europeu sobre o Novo Mundo
4
Colonização da "América Espanhola"
Brasil: "Período Pré-Colonial" | Administração colonial |  O açúcar e a economia escravista
União Ibérica e Restauração Portuguesa | Invasões holandesas
5
Brasil: Bandeirismo | Economia mineira colonial
Brasil:  Escravidão urbana | Outras atividades econômicas
Brasil: Sociedade colonial/Cultura Barroca
6
Mais sobre Escravismo Moderno/Resistência Escrava
Brasil: motins e revoltas coloniais/Quilombos e rebeliões escravas

7
Revoluções Inglesas
Revolução Científica | Iluminismo
A colonização britânica na América/Independência das 13 colônias
8
Crise do Antigo Sistema Colonial
Reformas Pombalinas e Bourbônicas
Brasil: Inconfidências


A metodologia proposta -- depois de vários tweets com a Fabi e a Júlia ;o) -- é a seguinte: Aula + Folhinha com resumão --> MUITAS leituras + Exercícios --> Correção dos exercícios + Tira-dúvidas.

P.S.: M. já sabe do blog e aprovou a ideia de aparecer nele, mas preferiu continuar sendo chamada de M. ;o).
P.S. 2: Agradeço muito ao pessoal do Twitter e leitor@s do blog pelo apoio e pelas valiosas sugestões.

4 comentários:

Fabi disse...

(lendo)

Nós sabemos que não querer estudar na Estácio, na Novos Horizontes ou na Faculdade Pitágoras não é elitismo, mas é o tipo de coisa que dá tanto trabalho explicar depois, que eu entendo os parênteses.

(voltando a ler)

Fabi disse...

Fabi, ao fim da leitura eu não sei bem o que te dizer, porque nunca fiz cronograma de aula na vida. As aulas que dei no cursinho foram (1) sobre um assunto específico, tipo aquela de religiões monoteístas/Holocausto/Oriente Médio ou (2) para substituir professores. E até quando tentei cobrir todo o conteúdo do vestibular da UFMG na segunda etapa em que "montei" uma salinha, não fiz cronograma, só fui dando a matéria loucamente. Isso não é nada recomendável, claro, mas eu nem sei como dava conta de levantar da cama naquela época e no fim deu tudo certo, então : ).

Seu cronograma me parece lógico, o que vai colaborar muito pra sua prima não confundir os assuntos.

E só por você se dispor a ser tão cuidadosa, tenho certeza de que vai ser ótimo pra vocês duas.

Beijo!

Gabi Galvão disse...

Se eu fosse vc daria a bendita Revolução científica junto com Iluminismo. Acho que confunde menos a cabeça. Outra coisa, não esquece que a UFMG ta ficando cada dia menos ortodoxa, então acho que tem que fazer uma aula com "amenidades" tipo Belle Epóque, modernismo, tropicalhismo, etc, etc, etc

Júlia disse...

nossa, Fabi! Achei extremamente organizado, planejado e minucioso. Bom também que vc deixou um pouco flexível o cronograma, pq nunca sabemos as surpresas que vão aparecer. Acho que com esse cronograma feito você terá uma base muito boa pra se guiar e ajudar a aluna também.
Enfim, clap clap!

beijos!